O que fazer se os funcionários não obedecem as suas instruções?

O que fazer se a sua equipe não cumpre as suas ordens?
E se um funcionário não te obedece? Se ele quebra prazos, sempre encontra desculpas, ou se ele recusa a fazer o trabalho que lhe foi atribuído... Pode haver várias razões para isso estar acontecendo na sua empresa. Parafraseando Tolstói: todo líder infeliz é infeliz a sua maneira.

Como controlar os funcionários e fazer com que eles cumpram suas ordens? Se você se deparar com esse desafio, é importante lidar com ele da maneira mais rápida e eficiente possível. Afinal, sua competência como gerente depende diretamente disso.

De vez em quando um funcionário compre suas tarefas mais-ou-menos, com relutância, mostrando assim que ele não respeita você como líder, e só faz o pouco que faz para não ser demitido. Esse tipo de comportamento de um empregado seu diminui credibilidade na equipe de trabalho, e, portanto, pode vir a afetar toda a sua equipe, criando ainda mais problemas.

Neste post, vamos olhar para as principais formas de lidar com funcionários desobedientes.


Conversar cara a cara

A maioria dos problemas na equipe pode ser resolvida com uma boa conversa. Conversando, você pode descobrir sem sombra de dúvidas quais são as insatisfações dos seus funcionários, e encontrar maneiras de resolver este problema e, finalmente, mostrar-se como um líder sábio que se preocupa com sua equipe.

Por exemplo, se seu funcionário recusa a fazer uma tarefa, porque ele nunca lidou com algo assim antes, vocês podem, por exemplo, fazer esse trabalho juntos - aumentando a confiança dele em você.

Se um trabalhador está insatisfeito com suas novas responsabilidades, se ele acha que ele já tem trabalho demais, sugira estabelecer prioridades juntos.

Também é importante escolher o tom certo para conversa, sem ser nem muito suave nem muito duro. Você não é um professor, nem um juiz, mas um líder, dirigindo sua equipe.

Prepare-se para essa conversa com antecedência. Pense sobre todas as formas que o funcionário vai tentar desviar da pergunta. A preparação lhe dará uma vantagem significativa na conversa.


Peça ajuda ao seu supervisor

Há situações em que uma equipe é muito hostil a um gerente novo. Não importa se ele veio de algum lugar desconhecido, ou se ele trabalhou duro para ser promovido à gerência da sua equipe. Talvez, no segundo caso, isso aconteça com ainda mais frequência.

A maneira mais fácil de evitar esse problema é pedir à alta gerência que o apresente corretamente.

- Essa é Alice Teixeira, sua nova chefe do departamento. Eu confio nela completamente e na sua competência de executar as tarefas atribuídas a ela...

Com essa introdução, seu superior te dá a autoridade que você precisa para conquistar o respeito da sua equipe…


Agir de acordo com a lei

Uma recusa direta em cumprir as instruções da administração é diretamente em oposição ao artigo do código de trabalho, segundo o qual o empregado é obrigado a cumprir conscientemente suas obrigações profissionais.

Artigo 482 da CLT sobre a justa causa para rescisão de contrato demarca entre outros os seguintes motivos: incontinência de conduta, ato de insubordinação, desídia no desempenho das respectivas funções. Em outras palavras - se o seu trabalhador não quer trabalhar você tem o direito legal de terminar o seu contrato com ele.

Pesado, grosso? Mas em muitos casos é justo. E ser um líder justo é ser um bom líder!


Fazer concessões

Às vezes, fazer concessões é um sinal de força, não de fraqueza. Além disso, existem muitas maneiras de dizer: "Tudo bem, faça do seu jeito". O grande, linguista Roland Barth disse que as palavras são como ferramentas para transmitir pensamentos, inventadas centenas ou mesmo milhares de anos atrás. Para transmitir à pessoa a verdadeira essência da sua fala, a comunicação não verbal é muito eficaz.

Você pode por exemplo com a mesma frase estar transmitindo ideias completamente diferentes, por exemplo, falando “Faça do seu jeito” você pode passar a ideia: “Tudo bem, a gente faz do jeito desta vez, mas na próxima espere mudanças”. Ou talvez: "Eu não quero entrar em conflito com você e, assim, então faça o que quiser, eu não me importo".

Por sinal, é sempre possível que você pode esteja errado por algum motivo. Admitir que algum funcionário foi injustiçado depois de ouvir os argumentos da sua equipe também é um sinal de força. Tenha empatia com seus funcionários. Auto-indulgência, forçar seus funcionarios a comprirem suas ordens não importa o quê, mesmo que não sejam inteiramente não razoáveis, não aumentará sua popularidade.


Não seja um Napoleão, mas sim um leão. Gerencie com autoridade

Ninguém pede que você mantenha a equipe em constante medo, mas sim defina uma estrutura com a sua equipe, uma estrutura que mantenha um ambiente de trabalho produtivo. Raiva, gritos, execuções por fuzilamento - alguns métodos de controlar a equipe não são melhores do que outros, fuzilamento por exemplo - um funcionário morto não é produtivo, pense sobre isso.

Se você mostrar para a sua equipe que desobedecer seus comandos é inaceitável. Você vai ver que eles vão te respeitar mais. Mas para isso é claro que você precisa de convocar o seu leão interno.


Seja mais esperto que seus funcionários

Pense em maneiras de como influenciar seus funcionários desobedientes e recrute a ajuda de outros funcionários. A responsabilidade coletiva é, às vezes, uma maneira muito eficaz de garantir obediência, essa técnica é muito utilizada, por exemplo, no exército.

Se, por causa de um funcionário desobediente, alguém for perder férias ou bónus extras, eles vão garantir que isso não aconteça. Como já escrevemos, o coletivismo é uma característica importante dos trabalhadores brasileiros.


Prove que você é um verdadeiro profissional da sua área

Isso demora muito tempo, é difícil, não é todo mundo que pode fazer isso, mas é necessário reconhecer que esse é o método mais bem sucedido. Prove aos seus subordinados que você é um líder nato, e sob a sua autoridade, sua organização, equipe, departamento, florescerá e se desenvolverá. Mostre que você conhece mais sobre a área de trabalho que eles, que você está pronto para ajudar eles com conselhos, mas ao mesmo tempo ouça as opiniões dos outros. Você certamente será respeitado e será de verdade.

Mande pra fora

A solução aparentemente mais óbvia, mas nem sempre é a mais eficaz. É necessário demitir apenas em casos extremos, quando um funcionário é completamente inútil e nenhum outro método funciona nele.

Você fez tudo para convencê-lo a cumprir suas ordens? A equipe precisa deste especialista e do seu conhecimento para completar as tarefas designadas? Essa demissão vai aumentar sua autoridade na equipe? Se você respondeu- "sim, não, sim" - sinta-se à vontade para colocar ele na rua, essa é a decisão certa!

Como identificar quem está estragando a ética de trabalho da sua equipe? Como descobrir qual dos seus trabalhadores está trabalhando incansavelmente e quem simplesmente fica de bobeira? É simples! Instale o sistema de contabilização de tempo de trabalho Kickidler.

Apresentação em vídeo do programa de monitoramento de funcionários Kickidler:
 



  • Preencha o formulário e receba um convite por e-mail
  • A chave é válido durante 30 dias.
  • O termo da prova livre é 7 dias.
  • Tenha uso total do programa por uma semana
  • Monitore o trabalho de até 6 funcionários
Executar a versão demo de Kickidler
  • A versão demo do Kickidler tem a funcionalidade completa, mas permite que você monitore apenas computadores no escritório de Kickidler
  • Com a versão demo você não pode assistir a seus funcionários. Para fazer isso instale a versão trial do Kickidler. Ele permite que você monitore o seu próprio escritório dentro de 14 dias e, em seguida, assistir de graça para 6 empregados sem limites de tempo

Para começar a utilizar a versão demo: