A alma do coletivo ou uma ameaça latente - por que são perigos os

Cada empresa tem sua própria pessoa "adorável". Todas as meninas sorriem para essa pessoa, os rapazes sempre dispostos para falar com ele. Seus colegas o amam, os superiores confiam nele. Ele é a alma da coletividade.

E quase sempre, ele é uma ameaça para a empresa e um inimigo secreto de qualquer um que quer trabalhar e ganhar decente.

Anatomia do encanto

Ainda na infância, algumas pessoas têm notado que os outros tratam eles melhores que aos outros. Permitindo mais, requerendo menos, castigando não tão severamente. Eles são rápidos para entender, que tudo isso é devido a habilidade de gostar-se. 

Com o tempo, outras habilidades de vida tornam-se secundárias para os "encantadores". Para que aprender a tarefa de casa, se você sorrir a um professor e obter nota sobresaliente? Para que solucionar problemas, se uma vizinha de mesa ficaria feliz em deixar você copiar? Para que se esforçar na coleção de metal/resíduos de papel se você tem colegas leais?

Ele entra na vida adulta como um cínico. Gostou da garota - sorria e ela é sua.   Tem preguiça de fazer algo - os amigos vão fazer isso em vez de você. No entanto, o encantador é realmente desinteressado do futuro destino das meninas e amigos. Para ele, são apenas um material descartável. E esse tipo de pessoa passa pela porta do escritório.

Quem é o poder? Eu sou o poder!

Como já mencionado, os chefes gostam de tais pessoas. Mas não deveriam. Os encantadores costumavam de ser mestres, controlando aos outros. E aqui há um cara confiante de seu direito de dar ordens... Nesta situação, a "alma da equipe" começa criar sua própria equipe de funcionários da empresa, onde ele certamente será o mais importante.

Ele vai continuar a sorrir aos olhos do chefe e demonstrar totalmente sua lealdade, mas por trás das costas continuará a "tomar o poder". E quanto mais poder terá o encantador, tanto menos o poder permanecerá com o diretor nomeado e o proprietário da companhia.

E com o tempo, vai querer converter o poder em dinheiro e tempo.

O trabalho gosta de bobos 

Primeiramente, vai começar a trabalhar menos. Transmitindo alegremente suas funções aos colegas. O que isso significa?

Primeiro, os colegas farão o trabalho de outra pessoa, o que significa que terão menos tempo para o seu próprio. Como resultado, a quantidade total de tempo de trabalho na empresa será reduzida.

Em segundo lugar, o encantador está disposto a compartilhar apenas o trabalho, mas não o sucesso e recompensas de superiores. Assim, os colegas podem ver que há opção de não trabalhar e "estar em chocolate". começando a trabalhar depois de sapatos cambados 

Em terceiro lugar, agora não é o gerente que distribui as tarefas e avalia sua execução. Na verdade o faz uma pessoa diferente, e todo mundo vê-lo. E se o chefe não tem poder, qual é o ponto de obedecê-lo? Como resultado, ninguém trabalha devidamente, a disciplina cai, e como consequência - os lucros da empresa também.

Após os lucros caem os salários reais daqueles que vieram trabalhar e ganhar o dinheiro...

Tudo é do coletivo, tudo ao redor é o meu

Mas não é importante para os encantadores transferiri o seu trabalho para os outros. O mais importante é fazer lucro na sua companhia. E assim ele cria seu próprio negócio, roubando da empresa o mais valioso que é a informação e os clientes. 

O autor está ciente de um caso em uma das empresas de transporte de petróleo em tanques, onde o diretor adjunto incentiva ativamente aos clientes a usar sua própria empresa (registrada ao nome de terceiro). E já que, como aprendemos anteriormente, os encantadores são preguiçosos, o fechamento de contratos e outras rotinas ele passa aos colegas, prometendo-os as montanhas douradas num futuro longe.

O que é que vamos fazer?

Assim, as almas da empresa são prejudiciais para todos, tanto para o líder, como para o coletivo e a própria empresa. Mas é claro que não é fácil despedir uma pessoa por seu grande sorriso e temperamento engraçado. E os colegas encantados não vai apenas dizer a verdade sobre ele, mas também vão disculpá-o com todo o esforço.

Infelizmente, apenas o sistema de controle vai ajudar neste caso. Deixe que as conspirações principais ele faça longe do computador, na zona de descanso ou perto da máquina de café, mas elas realizam-se no local de trabalho. Então, com o sistema de controle, você vai entender:

  • quem dos empregados trabalha realmente - se é o encantador, incentivado por você, ou o viciado em trabalho silencioso;
  • o que realmente fazem as pessoas no trabalho, quem delas trabalha por si e por aquele cara;
  • se na empresa tem um negócio de sombra realizado sob interesse da "alma do coletivo"?

Eu não vou repetir as técnicas de controle, por serem bem descritas no nosso site.

E quando você agarre a mão ao encantador, pegue-lo no ato e esteja pronto para chutá-lo para fora da empresa - você vai assistir um show inesquecível. No início, ele vai derramar lágrimas de crocodilo, contando sobre a hipoteca e oito filhos pequenos. Mas quando ele perceber que você não vai mudar sua decisão, ele vai deixar cair a máscara e você verá a sua cara real. Em frente de você estará um pequeno homem amargurado, confiante que o mundo serviu apenas para satisfazer as suas necessidades. Apaixonadamente odiando você por não andou na trela dele.

Lembre-se dele assim.


 Андрей Игнатов
  • Preencha o formulário e receba Convidar por e-mail
  • Instalar o produto em 7 dias
  • Uso funcional completa de Kickidler de uma semana
  • Depois você pode fazer o monitoramento on-line para 6 funcionários
Executar a versão demo de Kickidler
  • A versão demo do Kickidler tem a funcionalidade completa, mas permite que você monitore apenas computadores no escritório de Kickidler
  • Com a versão demo você não pode assistir a seus funcionários. Para fazer isso instale a versão trial do Kickidler. Ele permite que você monitore o seu próprio escritório dentro de 14 dias e, em seguida, assistir de graça para 6 empregados sem limites de tempo

Para começar a utilizar a versão demo: